banner ocb
Argyreia nervosa

Uma viagem de Argyreia nervosa: depoimento

*Este é um relato de uma viagem de Argyreia Nervosa de uma de nossas seguidoras, sobre qual manteremos anonimato. Caso deseje contar sua história, envie seu depoimento para psicodelizamos@psicodelizando.com.br ou pelo inbox da página.

Em uma viagem de Argyreia nervosa, a sensação de estar viva:

Tomei Argyreia nervosa há uns 2 anos. Na época, as pessoas que tomaram comigo e eu não sabíamos como tirar os pelinhos corretamente. Com isso fiquei cerca de uma hora com fortes náuseas e uma sensação horrível na barriga. Só começou a diminuir quando fumei um baseado…

Quando a náusea parou, a brisa enfim começou. Achei parecido com LSD, alguns objetos pareciam se mover, o chão parecia vir em minha direção e as sensações pareciam mais fortes.
O que realmente me marcou nessa experiência e que eu gostaria de compartilhar foi um momento em que eu quis ficar quieta e sentei, com os joelhos dobrados e as mãos na cabeça. Fechei os olhos e fiquei apenas ouvindo a conversa dos meus amigos, pensando e pensando…

Pensei em como seria uma pessoa cega estando alucinada como eu naquele momento, se ela entraria numa badtrip ou teria uma pira mais intensa de outras maneiras. Então, eu me senti realmente dentro de mim! Como se fosse só minha pele me envolvendo e que esse corpo físico estava de certa forma conectado telepaticamente comigo, me transmitindo a visão, a audição e cada um dos demais sentidos.

Segurei meu próprio corpo e me senti, só que vi aquilo apenas como uma casca, prendendo, mas também protegendo uma vida que estava ali dentro.
Então eu pensei: “mas o que sou eu e como eu me diferencio desse corpo ou daquele?” e me senti diretamente conectada com tudo o que existe.

Difícil explicar, tive essa sensação apenas umas 5 vezes na vida e em todas foi simplesmente maravilhoso. Só quem teve pra entender como é. Um sentimento de união com o universo, fazendo se sentir parte dele, porque você de fato é ele.

Pode parecer loucura, mas foi realmente chocante. Eu senti a importância de cada componente do universo naquele momento. Senti que realmente existe uma vida dentro do meu corpo.

Comente também!

comentários

banner ocb
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top